Tofu Mexido

A primeira receita que fiz de tofu mexido – de que tenho memória -, remonta a 2018, quando partilhava casa com duas amigas de uma vida. A melhor dupla para explorar restaurantes saudáveis, e não tão saudáveis, em Lisboa. Aproveitávamos as promoções Time Out e The Fork, éramos as primeiras a visitar novos restaurantes a abrir em Lisboa, conhecíamos novos menus, pratos e ingredientes, partilhávamos receitas que encontrávamos Instagram fora, ou experiências culinárias que fazíamos na nossa mini-cozinha interior. Falávamos de comida o tempo inteiro. Este é um dos maiores prazeres que tenho na vida, sem dúvida! 🍃

Não sei se vos acontece o mesmo, mas eu não gosto de tomar o mesmo pequeno-almoço todos os dias. E quando me perguntam, preferes pequeno-almoço doce ou salgado… não tenho resposta! É difícil demais. Não sou team cereais, nem iogurtes, nem panquecas, nem batidos. Tudo cabe nas minhas hipóteses no momento de tomar o pequeno-almoço. Até mesmo sopa, ou um caldo. Este tofu mexido é outro exemplo disso. Versátil, fácil e rápido de fazer! Estas são mesmo as palavras mágicas para esta receita 😉

Dicas importantes:

  • Usa tofu de boa qualidade. Este é, sem dúvida, o primeiro passo para aprenderes a gostar deste alimento. Onde vivo, não tenho muitas opções de outras marcas além da marca Bio do Continente, Joya, ou Cem Porcento. Não são as minhas primeiras recomendações, no entanto, entre todas prefiro o Tofu Bio do Continente. 🙃 O tofu que mais amo é da marca Shambala, uma marca portuguesa com produção no Montijo, mais concretamente o Tofu Marinho, com alga wakame nos seus constituintes. Provem, não se vão arrepender!
  • Cozinha com o fogão em lume médio. O pior erro que cometi durante durante muitos anos foi cozinhar tudo em lume alto! Para cozinhar mais depressa… Não, não façam isso.
  • Aquece as especiarias primeiro, antes de adicionar o azeite e o tofu. Na frigideira anti-aderente, coloca todas as especiarias e aquece-as durante 30 segundos (não as deixes queimar!), ou até elas começarem a libertar fragrância.
  • Usa caldo de legumes caseiro. É o melhor caldo que podes consumir! Se for desperdício zero, ainda melhor 🌱. Se não tiveres caldo podes substituir por uma bebida vegetal, por exemplo. Algum líquido que ajude dar humidade e, posteriormente, cremosidade.
  • Junta os ingredientes adicionais que preferires para compor a tua tosta. Podes juntar espinafres ou cogumelos no momento de confeção. Para barrar na tosta, húmus de grão de bico ou sementes de cânhamo. Mas vale tudo! Não adicionar nada mais além do tofu é também delicioso!

Eu servi o Tofu Mexido numa torrada de pão de aveia integral da Miolo, abacate Hass (origem Portugal) e chucrute. Estes dois últimos ingredientes tornaram esta tosta o mais deliciosa possível. O abacate 🥑 a dar extra-cremosidade e o chucrute (couve branca fermentada) 🥬 a dar um empurrão de probióticos ao nosso organismo. Atenção: o chucrute tem um travo mais azedo, mas com o tempo habituas-te 😉

Tofu Mexido com Açafrão-das-Índias

Ingredientes:

  • 200 g de Tofu Marinho
  • 3 colheres de sopa de caldo de legumes caseiro (ou bebida vegetal)
  • 1 colher de chá de azeite
  • 1/2 colher de chá de açafrão-das-índias
  • 1 pitada de pimenta preta moída (na hora)
  • 1 pitada de sal
  • 1 pitada de cebolinho seco (compro no Lidl)
  • Cebolinho fresco

Preparação:

  1. Retira o tofu da embalagem, deita a água fora e corta a porção que desejares. Reserva o restante tofu que não utilizarás no frigorífico e em água fria por não mais do que 3 dias.
  2. Desfaz, com as mãos!, o bloco de tofu em pedacinhos. Reserva numa tigela.
  3. Aquece as especiarias numa frigideira em lume baixo, até começarem a libertar fragrância. Não mais do que 30 segundos para não queimarem.
  4. Adiciona o azeite, depois o tofu desfeito, envolve e deixa dourar.
  5. Vai mexendo e envolvendo, utilizando uma espátula de silicone. Adiciona caldo de legumes caseiro, para dar mais textura ao tofu. Deixa cozinhar, mas não mais do que 2-3 minutos. Não queremos o tofu seco.
  6. Prova e adiciona mais açafrão, pimenta ou cebolinho seco conforme o teu gosto. Adiciona sal, caso seja necessário.
  7. Para terminar, corta com uma tesoura cebolinho fresco.
  8. Serve com pão, tosta, ou como acompanhamento num prato principal. Ta-dá!

Que receitas gostariam de ver mais por aqui?
Doces? Pratos Principais? Técnicas de cozinha? Deixa em comentário 🤍

Com amor,
Ana

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s