Como uma viagem nos transforma

Estou a viver a minha liberdade. Sem julgamentos, principalmente meus. Sem preconceitos, principalmente meus. É incrível como uma viagem te transforma e te dá as ferramentas para descobrires um pouco mais sobre ti (se assim estiveres predisposto). Na tua essência e verdade. Só tens de ter coragem para te lançares na tua re-descoberta, colocando em causa todas as verdades irrefutáveis que um dia quiseste que fossem tuas.


Nova Zelândia: Queenstown e Wanaka (1ª semana)

Duas cidades, muito hiking e um país surpreendente por descobrir.

Faz hoje uma semana desde que aterrei na Nova Zelândia. Depois de 2 dias de viagens, 4 voos apanhados e mais de 27h dentro de aviões, cheguei a Queenstown, a primeira paragem deste ano por Kiwi Land. O cansaço era muito quando cheguei ao hostel, por isso, deixei a minha mochila de 70L com 18 kgs no quarto e fui num instante ao supermercado comprar o básico para um jantar rápido e para o pequeno-almoço do dia seguinte, comi e deitei-me. Estava em piloto automático, mas deu para sentir cada grau negativo que a cidade me brindou à chegada.